Seleção Tipográfica

Diante de tantas fontes disponíveis na internet como escolher a mais adequada para um projeto de design editorial? A pesquisa descrita a seguir, Seleção tipográfica no contexto do design editorial: um modelo de apoio à tomada de decisão, propõe uma solução para este problema de projeto.

Resumo da Tese

O design editorial produz artefatos, tanto em mídia física quanto digital, em que a informação pode ter o objetivo de instruir, entreter, comunicar, educar ou ainda uma combinação destes. Diversos fatores que interferem no projeto editorial precisam ser equacionados, entre eles a seleção tipográfica.

Ao escolher as fontes para uma publicação é preciso compreender o contexto do problema, relacionando as características do conteúdo, necessidades do leitor e restrições do suporte, resultando, portanto, em um processo cognitivo complexo. Além disso, o crescente número de fontes digitais disponíveis atualmente amplia a complexidade desta tomada de decisão. Assim, considerando estes argumentos, o objetivo geral desta pesquisa foi desenvolver um modelo de apoio ao processo de seleção tipográfica no contexto do design editorial. Para tanto, assumiu-se como eixos teóricos de sustentação a tipografia e a tomada decisão. Buscou-se definir a partir destas áreas os critérios para seleção tipográfica e a proposição do modelo.

A abordagem metodológica adotada foi qualitativa, do tipo exploratória, tendo como estratégia a teoria fundamentada. A primeira fase desenvolvida foi a revisão de literatura, composta pela revisão bibliográfica e sistemática. As fases seguintes consistiram na elaboração de uma versão preliminar do modelo de apoio a seleção tipográfica e na formulação dos 8 critérios de seleção que compõe este modelo. Estes critérios foram formulados a partir da revisão de literatura e da consulta a seis especialistas em tipografia e design editorial por meio de questionário. 

Após a proposição da versão preliminar foi realizada uma dinâmica de aplicação do modelo no contexto de projetos desenvolvidos por acadêmicos do curso de Design em fase de conclusão de curso na área de design editorial. Ao longo de um semestre os acadêmicos adotaram o modelo para selecionar as fontes que foram usadas em seus projetos de conclusão de curso. O processo foi acompanhado pela pesquisadora e avaliado a partir de técnicas qualitativas. Os alunos relataram suas experiências trazendo contribuições para o refinamento do modelo e seus complementos. Desta forma, o modelo, a matriz de avaliação e o material complementar  que o acompanha, foram ajustados resultando na versão final.

selecao_tipografica

A versão expandida do modelo apresenta além do modelo propriamente, orientações sobre os critérios e a matriz de seleção tipográfica.

O material complementar  desenvolvido sintetiza o conteúdo da tese, trazendo o referencial teórico necessário para dar suporte ao uso do modelo.

A matriz de seleção é disponibilizada em arquivo do tipo planilha, facilitando o processo de avaliação.

Assim, o modelo desenvolvido, do tipo conceito-processual, orienta o processo de tomada de decisão em cinco etapas, a saber: contexto do problema, critérios, hierarquia, busca e avaliação. A partir da análise do contexto, o modelo propõe a ponderação dos critérios de seleção. De acordo com este contexto, considera-se a definição de pesos ou a eliminação de critérios. O modelo orienta, ainda, o processo de busca e avaliação das fontes por meio de uma matriz de seleção. Deste modo apoia o processo de seleção tipográfica, direcionando as decisões e contribuindo para a qualidade dos projetos de design editorial.

Referência da Tese

Arquivo disponível na biblioteca universitária.

MEÜRER, Mary Vonni. Seleção tipográfica no contexto do design editorial: um modelo de apoio à tomada de decisão. 2017. 1 v. Tese (Doutorado) – Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Design, Florianópolis, 2017.